O árbitro João Lopes atribuiu no passado sábado o cartão branco ao treinador da equipa de infantis do Sport Clube Mineiro Aljustrelense, João Miguel Pires, na sequência da sugestão em fazer alinhar apenas seis jogadores na sua formação, igualando o número de crianças à disposição do técnico adversário. A ação está descrita no relatório de jogo do juiz da partida, reconhecendo a atitude do treinador.
Recorde-se que na segunda jornada do Campeonato Distrital de Infantis, disputada no passado dia 15 de dezembro, a equipa do Grupo Desportivo e Cultural de Alvito apresentou-se no Estádio Municipal de Aljustrel apenas com seis crianças, numa competição de futebol de sete. Não querendo tirar partido da vantagem numérica, e sem que qualquer regulamento o obrigasse, a formação do SCM Aljustrelense alinhou também com menos um jogador.
A atitude, já reconhecida pela Associação de Futebol de Beja e por muitas pessoas que tomaram conhecimento do caso, fica agora também assinalada com a atribuição deste cartão branco pelo árbitro da partida.
fonte: AF Beja