A direção da AFBeja na sua última reunião reconheceu um ato de fair play que foi protagonizado por João Candeias, treinador da equipa de juvenis do Sport Clube Mineiro Aljustrelense, na sequência de um lance do jogo a contar para a 9.ª jornada do campeonato distrital de juvenis da AFBeja, realizado no passado dia 2 de dezembro, no Estádio Municipal de Aljustrel, entre o Mineiro e o Futebol Clube de Serpa.
O lance, que foi presenciado por um elemento desta direção que se encontrava no recinto desportivo, aconteceu a meio da 1.ª parte com o resultado ainda em branco, quando o árbitro da partida (elemento do público, já que não foi nomeado árbitro oficial), assinalou uma grande penalidade a favor dos jovens mineiros, num lance que deixou muitas dúvidas.
O treinador João Candeias, numa atitude de fair play, chamou o jogador indicado para marcar o castigo máximo no sentido deste entregar a bola ao guarda-redes adversário sem tentar concretizar em golo, num lance aplaudido pelo público.
É entendimento da direção da AFBeja, que a atitude pedagógica do treinador João Candeias deve ser reconhecida por todos, para que atos como este se tornem mais comuns no futebol.